fbpx
05 Jun 2018 Sem categoria Deixe o seu comentário

Propostas de Cartazes para a Romaria da Agonia

A Loading Marketing Consulting participou, este ano, com quatro propostas, para o concurso de cartazes da Romaria da Agonia. Apesar de não termos ganho, muito nos honra esta participação. São propostas que vão de encontro a diversos pedidos. Ouvimos as pessoas e foram escolhidos trajes bastantes tradicionais e que cumprem o objetivo proposto de dar ênfase a mulher de Viana. Fiquem com as propostas abaixo.


Design: Renan Morgado
Modelo: Sara Margarida 

A proposta apresentada pretende mostrar toda a formosura da mulher vianense com o traje vermelho de lavradeira. A imponência do traje e da mulher ficam destacados pela sua presença neste cartaz, sendo ela o centro de tudo. Mas não são esquecidos aqui outros importantes pontos essenciais para a cidade e a Romaria da Senhora da Agonia. Em primeiro lugar, e nunca esquecida, temos a Nossa Senhora d’Agonia que surge, através das nuvens, e abençoa todos os lugares e momentos importantes da Romaria. Ex-líbris de Viana do Castelo, o Santuário de Santa Luzia é um espaço único da cidade. Graças ao seu relevo geográfico permite contemplar rio, montanha, cidade e mar. Nesta viagem, o próximo destino é a Igreja da Senhora da Agonia, o ponto central desta grande festa minhota. Contudo a bênção, que envolve a nossa modelo, passa também pelo sempre aguardado cortejo Histórico-Etnográfico. Mas também o fogo-de-artifício no Jardim Marginal é um ponto alto nestas comemorações que junta milhares de fiéis. Ainda temos de prestas uma última homenagem, desta vez aos bombos que animam, com a sua música, dias e dias de festa pela cidade minhota.


Design: José Raposo
Modelo: Sara Margarida

Festa, alegria e movimento. O motivo para esta proposta passa por três elementos essenciais e presentes nesta romaria. Com a igreja da Senhora d’Agonia de pano de fundo, a testemunhar toda a envolvente da festa, foi dado destaque a um elemento essencial: a alegria da dança folclórica alto minhota, representada aqui pelo traje de lavradeira. O cartaz pretende representar o espírito de festejo num ambiente distinto, o da noite. É possível observar todo o movimento e envolvência da cidade de Viana do Castelo com constituintes únicos e inesquecíveis como o caso do fogo-de-artifício que é um elemento momentâneo, mas que sempre fica eterno. “Quem gosta vem, quem ama fica.” é ponto certo e a beleza e presença feminina do cartaz consegue facilmente identificar esta frase tão típica da nossa cidade.


 

Design: Renan Morgado
Modelo: Sara Margarida

A proposta deste cartaz é um encontro entre a beleza feminina. Expostos temos os trajes de mordoma e de lavradeira. Para completar este visual encontram-se representados dois ícones religiosos de Viana do Castelo, a Igreja da Senhora da Agonia e o Santuário de Santa Luzia. Pretende-se que haja uma junção entre os lugares e as modelos. A rapariga com o traje de lavradeira encontra-se no Santuário de Santa Luzia a contemplar toda a beleza da Viana do Castelo, com a sua atenção a recair sobre a Igreja da Senhora da Agonia, onde desfila a mordoma da festa com o seu eloquente traje. Não existe em Portugal região tão rica em bordados como a do Minho e a proposta é também uma forma de homenagem a todas as bordadeiras minhotas. Desta forma, para completar este quadro nada melhor do que algo bem típico da cidade: o lenço dos namorados. Uma peça tão importante no traje de mordoma e que não deve ser esquecido.


Design: José Raposo
Modelo: Sara Margarida

Uma das cidades mais antigas de Portugal – recebeu a carta de foral em 1258 – é o mote para o cartaz aqui apresentado. A escolha do traje de mordoma foi o caminho para juntar duas cores que homenageiam toda a cidade. O amarelo e o preto são as cores da bandeira da cidade foz do Rio Lima. Importante é também a presença de uma modelo real em corpo inteiro no cartaz, algo que não acontece desde 1982.

A composição do cartaz dá ainda destaque a Igreja da Senhora D’Agonia, ponto central desta romaria minhota. A opção pelo traje de mordoma não foi ao acaso. Foi pensado para representar e homenagear a mordoma que trabalha arduamente para que a festa chega a bom porto, mas que permite assim representar toda a cidade de Viana do Castelo, completado com o amarelo e a moldura de corações, apresentando um tradicional cartaz, que vai de encontro a estilos mais antigos.

Partilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.